Sacola de Compras

* Calcule seu frete na página de finalização.

* Insira seu cupom de desconto na página de finalização.

11/05/2021

Tabagismo: Principais Riscos e Dicas para Parar de Fumar

 

O Dia Mundial Sem Tabaco é um alerta sobre os males do tabagismo, e foi criado em 1987 pela Organização Mundial da Saúde. Até o ano passado, pesquisas e dados coletados nos sistemas de saúde pública e privada já indicavam os riscos que fumar traziam ao organismo. E o que o 31 de maio de cada ano traz, serve para qualquer época.

Mais do que um hábito, fumar é um vício. A nicotina causa dependência química severa, e algumas pessoas não conseguem largá-la. Quem consegue, tem que conviver com os malefícios deixados no organismo, pelas mais de 4 mil substâncias presentes no cigarro.

Neste post, explicamos mais a respeito dos principais riscos do tabagismo, qual é a sua perigosa relação com a Covid-19, e várias dicas para parar de fumar. Acompanhe!

Quais são os riscos do tabagismo?

O tabagismo é a doença evitável que mais mata no mundo. Anualmente são mais de 6 milhões de pessoas vitimadas por doenças relacionadas diretamente ao uso de cigarro.

Fumar causa diversos riscos à saúde, e eles estão especialmente relacionados à saúde dos pulmões e do coração. Ainda, se o tabagismo estiver associado a outros agravantes, como o sedentarismo e a má alimentação, é ainda mais perigoso.

Veja os principais riscos do tabagismo:

  • hipertensão arterial;
  • menopausa precoce;
  • aneurisma;
  • câncer de pulmão e outros tipos da doença;
  • enfisema pulmonar;
  • infarto;
  •  complicações na gravidez;
  • úlceras;
  • infecções respiratórias;
  •  trombose;
  •  infertilidade;
  • bronquite crônica;
  • catarata;
  • osteoporose;
  • impotência sexual;
  • ter menos resistência física.

Qual é a relação entre o tabagismo e a Covid-19?

A Covid-19 é a doença causada pelo novo coronavírus Sars-Cov-2. E os principais órgãos afetados pela doença são os pulmões. Justamente os mais afetados para quem é tabagista, ou mesmo parou de fumar, porém, convive com sequelas do tabagismo.

Portanto, quem fuma tem ainda maiores riscos de, caso for contaminado pelo novo coronavírus, ter os sintomas mais graves da doença, que podem levar ao óbito. Com a saúde dos pulmões comprometida, o vírus tem maior impacto no organismo.

Quais são as principais dicas para parar de fumar?

Para parar de fumar é preciso ter bastante força de vontade e disciplina. Portanto, preparamos algumas dicas que vão ajudar quem está nessa jornada em busca de uma qualidade de vida e saúde melhores.

Eliminar os principais gatilhos que despertam a vontade de fumar

Evitar os amigos que acompanham você no cigarro, não frequentar lugares que tragam a vontade de fumar, retirar todos os cinzeiros de casa, fumar sozinho. Esses são métodos que funcionam para dificultar o tabagismo.

Atrasar a hora do primeiro cigarro do dia

No começo, mesmo que seja muito difícil, atrase ao máximo o horário de fumar o primeiro cigarro do dia. Assim, pode ser que, no trabalho ou fazendo outras tarefas, você até se esqueça de fumar.

Fazer uma alimentação saudável

A alimentação está ligada também à sensação de prazer. Portanto, faça refeições mais saudáveis, com frutas, legumes, verduras e alimentos grelhados ou assados, para ajudar o seu organismo a se acostumar ao novo paladar.

Praticar atividades físicas

Os exercícios físicos ajudam a equilibrar o nível de dopamina no cérebro, hormônio responsável pela sensação de prazer. Também, eles funcionam para diminuir a ansiedade e trazer mais disposição. Todos esses fatores colaboram para parar de fumar.

Parar de fumar não é simples e nem rápido. Afinal, o tabagismo é um vício fortalecido a cada cigarro tragado. Ou seja, quanto mais tempo desse hábito, mais difícil fica abandoná-lo. Portanto, se você fuma há anos ou não, tente reverter isso o quanto antes, para aproveitar a vida com mais qualidade.