Sacola de Compras

* Calcule seu frete na página de finalização.

* Insira seu cupom de desconto na página de finalização.

13/04/2021

Hipertensão Arterial: como prevenir e controlar

 

A hipertensão arterial é um problema que agrava o risco a muitos contratempos de saúde, como o infarto e o AVC. Porém, não apenas por aumentar esses riscos, a pressão alta é um agravante por si só. E ter formas de preveni-la ou mesmo controlá-la, vai trazer mais saúde e qualidade de vida. 

No Brasil, cerca de 39 milhões de pessoas sofrem de pressão alta, de acordo com os dados da Pesquisa Nacional de Saúde (PNS). No mundo, esse número chega a 1 bilhão de habitantes que convivem com o problema e suas implicações diárias que vão desde a alimentação a evitar determinadas atividades. 

Neste post você vai conhecer mais sobre a hipertensão arterial, os principais sintomas do problema, formas de se prevenir e como combatê-la, caso tenha esse distúrbio de saúde! 

O que é a hipertensão arterial? 

A hipertensão arterial é uma desregulagem da circulação de sangue nas veias e artérias, levando a pressão interna a subir. O valor que indica que uma pessoa está com o distúrbio é acima de 140 x 90 mmHg — milímetros de mercúrio, a unidade de medida da pressão.

Para que o diagnóstico de hipertensão arterial seja feito, é preciso que esse número fique constante em dias diferentes. O que caracteriza a desregulagem da pressão arterial, de forma persistente. 

Quais são os principais sintomas da hipertensão?

A hipertensão pode apresentar sintomas quando ocorre em picos, bem como quando sobe e permanece alta por horas e mesmo dias seguidos. Uma pessoa que já tem a pressão próxima de ser considerada alta, pode demorar a sentir seus indícios do que outra que tem a pressão baixa como característica.

Veja os principais sintomas da hipertensão arterial:

  •  dores de cabeça persistentes;
  • tontura;
  •  zumbidos no ouvido;
  • dificuldade para respirar;
  • enjoos;
  • alterações na visão;
  • sonolência. 

Quais são os fatores de risco da pressão alta? 

A pressão alta tem seus fatores de risco, que reforçam o aparecimento do quadro mesmo em pessoas saudáveis. 

Claro, há indivíduos que, por alguma predisposição genética ou por hereditariedade, podem ter esse problema desde jovens. O que exige o devido tratamento para controlar a pressão e evitar seus agravantes. 

Sedentarismo 

Não praticar atividades físicas pode levar, a longo prazo, a ter pressão alta e também outros problemas de saúde.

Má alimentação 

O consumo exagerado de alimentos ricos em sal leva ao quadro de hipertensão em pouco tempo. O sódio é uma substância que eleva a pressão, e quando é consumido com muita frequência, desregula o organismo nesse sentido. 

Uso de medicamentos 

Alguns medicamentos usados por longos períodos têm como efeito colateral elevar a pressão de forma permanente. Entre as medicações que podem causar esse contratempo estão antidepressivos e anticoncepcionais hormonais. 

Doenças hormonais 

Doenças como o hipotireoidismo e o hipertireoidismo, que desregulam a produção de hormônios, podem levar também a hipertensão. 

Consumo exagerado de bebidas alcoólicas 

O álcool tem efeito de aumentar a pressão arterial quando é ingerido em muita quantidade. E se isso for feito a longo prazo, pode causar a hipertensão permanente. 

Obesidade 

O excesso de peso aumenta o risco para diversos problemas de saúde, e um deles é a pressão alta. 

Tabagismo

O fumo tem o efeito de aumentar a função do sistema nervoso simpático, que contrai os vasos e eleva a velocidade do sangue circulando. Por isso o tabagismo causa uma desregulagem que gera a pressão alta.

Quais são os hábitos para prevenir e controlar a pressão alta?

Há diversas formas para prevenir ou controlar a hipertensão arterial. Veja as principais:

  • controlar o peso;
  • não fumar;
  • moderar o consumo de álcool;
  • evitar alimentos com muito sal;
  • praticar exercícios físicos;
  • fazer uma dieta balanceada em pratos saudáveis.

O melhor caminho para evitar os efeitos sérios da hipertensão arterial é a prevenção. Para isso, invista em um estilo de vida que agregue mais saúde e disposição, que com certeza irão proporcionar longevidade sem doenças.