Sacola de Compras

* Calcule seu frete na página de finalização.

* Insira seu cupom de desconto na página de finalização.

09/12/2020

Protetor Solar: conheça tudo para proteger bem a sua pele

 

Usar o protetor solar traz diversos benefícios à pele e à estética do corpo, a longo prazo. E há diversos tipos de protetores, para proteger diferentes peles que exigem garantia contra queimaduras. E para não se confundir, é preciso conhecer cada um dos produtos.

Os alertas sobre os danos que os raios solares causam à pele não são uma novidade. Contudo, muitas pessoas ignoram o uso desse produto de proteção cutânea. O que faz com que o risco para diversos problemas de saúde, surjam.

Neste post você irá conhecer a importância de usar o protetor solar, quais são os diferentes tipos de protetores solares no mercado e qual é o fator de proteção ideal para várias peles.

Qual é a importância do protetor solar?

O protetor solar é um item essencial para proteger a pele contra a ação dos raios solares. Pois as radiações ultravioletas do tipo UVA, UVB, são muito nocivas à saúde da pele.

Quando exposta ao sol por períodos mínimos, em horários em que a incidência não é tão forte, a pele fica levemente inflamada. Mas, a pele desprotegida em períodos de forte radiação, tem, além de queimaduras de 2 e 3º graus, maior risco de ter manchas e câncer de pele.

Dessa forma, usar protetor solar à mínima exposição ao sol, evitará problemas do tipo, além do envelhecimento precoce da pele. Rugas, melasmas — manchas escuras na pele —, e linhas de expressão muito marcadas são outros contratempos evitados.

Quais são os tipos de protetores solares?

Há uma série de tipos de protetores para escolher no mercado, cada qual oferece vantagens específicas. Porém, todos concentram as mesmas proteções básicas contra a radiação solar.

Vale reforçar que os diferentes tipos de protetor solar podem ser encontrados em versões spray, creme, bastão e em gel.

Veja os principais tipos de protetores solares:

  •  com antirrugas: feito para evitar o aparecimento dessas marcas de pele;

  •  com hidratante: para hidratar e evitar o ressecamento, típico de peles expostas ao sol;

  • para peles oleosas: tem composição mais seca, para evitar a alta oleosidade na pele;

  • vegano: composto por produtos livres de origem animal;

  • facial: dedicado à proteção da pele do rosto, que é mais sensível;

  • corporal: para o corpo todo, com densidade mais espessas, para ter maior rendimento.

Qual é o fator de proteção ideal para cada tipo de pele?

Quanto maior o fator de proteção (FPS) contra UVA e UVB, mais o protetor solar protegerá a pele contra os raios solares.

Contudo, isso não quer dizer que qualquer pessoa pode usar o fator mais forte, para garantir alta proteção. O ideal é usar um fator de acordo com o tipo de pele, sem exagerar.

Veja abaixo qual é a escala de FPS e seus respectivos tipos de pele indicados:

  • FPS 20: pele negra, pois, ela tem mais resistência contra queimaduras de raios solares, e dificilmente fica inflamada;

  • FPS 30: pele pouco clara, também chamada de morena, pois tem mais facilidade para bronzear, mas, pode queimar em longos períodos ao sol;

  • FPS 50: para peles claras e brancas e crianças, pois, são as mais sensíveis à radiação solar, exigindo alta proteção.

Vale lembrar que, para que o protetor solar tenha seu efeito alcançado, ele deve ser espalhado bastante na pele, no mínimo 15 minutos antes da exposição ao sol. Também, é preciso reaplicar pequenas quantidades de protetor a cada 2 horas, para garantir a proteção ideal.

Além disso, evitar se expor ao sol em horários de pico — das 10h às 16h —, é o recomendado para evitar manchas e outros problemas de pele. E, mesmo em dias nublados, ao sair, é adequado usar o protetor solar.